Semusa monta força-tarefa para os dias de carnaval

26/01/2018 13:29:17

Número de plantonistas, medicação e insumos será reforçado nas UPAs e Pronto Atendimento

Ao longo desta semana o secretário municipal de Saúde de Porto Velho, Orlando Ramires, promoveu diversas reuniões com os departamentos da Semusa que lidam com a alta e média complexidade, atenção básica, almoxarifado, farmácia e também os diretores das unidades, para elaborar o plano de reforço dos plantões de profissionais nas UPAs Leste e Sul e nos prontos atendimentos Ana Adelaíde e José Adelino, para este período carnavalesco.

Ficou decidido que não só os recursos humanos serão reforçados, como também os materiais de insumo e medicamentos. Como reflexo da reorganização administrativa e do levantamento parcial feito através do recadastramento de servidores concursados de nível superior, que está em vigor, já é possível fazer uma readequação de profissionais da rede da atenção básica e do serviço de urgência e emergência durante o período de carnaval.

São essas equipes que vão integrar a força tarefa para garantir o atendimento a população. As Upas Leste e Sul e os prontos atendimentos Ana Adelaide e José Adelino funcionarão com reforço extra. A escala está sendo criteriosamente elaborada de acordo com os dias da folia momesca e região que concentram o maior número de foliões de acordo com o calendário de blocos.

ESTADO E MUNICÍPIO

Está sendo definido entre os secretários de saúde, Orlando Ramires (municipal) e Williames Pimentel (estadual), os detalhes para firmar um termo de cooperação entre as duas secretarias para que nesse período em que a procura por atendimento cresce expressivamente, o estado possa auxiliar o município com a cedência de profissionais que tem vínculo com ambos. E de aquisições de medicamentos através dos processos de planificação e cooperação através de empréstimos ou permutas.

CAMPANHA

As equipes do núcleo de controle das DST/Aids já estão trabalhando na estratégia de abordagem para orientação e prevenção das infecções sexualmente transmissíveis nas apresentações de blocos, bandas e desfiles e outros eventos realizados durante o carnaval. As orientações também serão reforçadas nas unidades básicas de saúde com a distribuição de preservativos e a realização do teste rápido para HIV, sífilis e hepatites B e C.

Fonte: Semusa