Vigilância Sanitária em Porto Velho alerta para cuidados ao comprar e consumir açaí

06/Fev/2019 - 12:00

Açaí contaminado pode causar doença de chagas

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), através da divisão de vigilância sanitária vem alertar a população para os cuidados na compra e consumo do açaí. A preocupação tem base após o registro de casos de contaminação do produto com fragmentos do Trypanossoma Cruzi, causador da doença de chagas, nos estados do Amazonas e Acre.

Recentemente foi confirmado em Porto Velho um caso de doença de chagas na fase aguda. Mas segundo a investigação do departamento de Vigilância em Saúde da Semusa, a contaminação ocorreu fora da capital, é o que informou a coordenadora de prevenção a essa doença, Rosenete Nogueira da Paz.

“Foi feita a investigação entomológica e do Lacen na casa do rapaz de 16 anos que foi internado com a doença e não foi encontrado vestígios do barbeiro, tudo indica que a contaminação ocorreu em Guajará-Mirim, onde ele nos informou que comeu carne de caça e tomou açaí.”

O chefe da vigilância e licença sanitária, Ronald Gabriel Passos, explica que o consumidor deve observar se o estabelecimento tem a licença da vigilância para comercialização do produto.

“Os batedores de açaí devem seguir as orientações da vigilância sanitária quanto a higienização do ambiente e equipamentos em todas as etapas do processamento, agora estamos intensificando a fiscalização nesses locais.” Informou.

Recomendações para manipuladores da colheira a preparação

Na colheita, evitar colocar o fruto direto no chão e transportá-lo utilizando basquetas (caixas plásticas vazadas).

No local de armazenamento, evitar acúmulo de material que não está sendo usado para evitar abrigos de pragas como; barbeiros, ratos e baratas.

O transporte do fruto deve ser realizado em local limpo e arejado, de preferência em basquetas cobertas.

O local de produção deve ser construído com material de fácil limpeza, com tela, forro e não deve ter frestas e aberturas. As luminárias devem estar longe da máquina de moer ou bater (pois os insetos são atraídos pela luz).

Etapas do Processamento

A primeira etapa do processamento é o peneiramento, que tem como finalidade eliminar sujeiras que estão no fruto. Durante essa etapa fique atento e observe se existem insetos que não foram eliminados através do peneiramento.

Lavagem do Fruto

1ª etapa; apenas com água corrente.

2ª etapa; deixar o fruto de molho por 20 minutos em uma mistura de 20 litros de água com 150 ml de hipoclorito de sódio a 2,5% ou água sanitária (que tenha indicação para uso em alimentos).

3ª etapa; lavar com água limpa.

Fonte: Comdecom

logotipo da prefeitura de porto velho