JANEIRO BRANCOSAÚDE MENTAL

Esta campanha é uma reflexão sobre a saúde mental, em nome da prevenção à saúde emocional.

Onde é totalmente dedicada ao convite as pessoas a pensarem sobre suas vidas, o Janeiro Branco faz uma reflexão a respeito da qualidade em que vivem e o quanto elas conhecem sobre si mesmas, suas emoções, pensamentos e ainda sobre os seus comportamentos. É uma consciência sobre o tema da Saúde Mental no mundo em nome da prevenção ao adoecimento emocional da humanidade.

Pensando nisso a prefeitura de Porto Velho está divulgando os Locais e horários de atendimentos dos Caps da capital para que a população possa procurar atendimento caso seja necessário para si ou algum parente, e até amigo próximo.

Os serviços de atendimento especializado em saúde mental, denominado CAPS - Centro de Atenção Psicossocial.

Estes se constituem em serviço ambulatorial de atenção diária, com funcionamento diurno, de segunda a sexta-feira.

Os Caps são serviços de portas abertas, ou seja, o usuário pode ir diretamente a estes serviços para iniciar um atendimento em saúde mental.

Cabe esclarecer que o atendimento nos Centros de Atenção Psicossocial é voltado para pessoas com intenso sofrimento mental, como elencado a seguir:

* Psicoses (alucinações, delírios, mudança muito brusca e incompreensível do comportamento);

* Depressão constante grave;

* Ansiedade constante grave;

* Problemas emocionais constantes e graves que comprometam o dia-a-dia do usuário;

* Crianças e adolescentes com alteração importante do comportamento ou intenso sofrimento psicológico.

Os CAPS contam com equipe técnica multiprofissional e desenvolvem dentre outros, os serviços abaixo:

a) atendimento individual;

b) atendimento em grupos (psicoterapia, grupo operativo, atividades de suporte social, entre outras);

c) atendimento em oficinas terapêuticas executadas por profissional de nível superior ou nível médio;

d) visitas domiciliares;

e) atendimento à família;

f) atividades comunitárias enfocando a integração do doente mental na comunidade e sua inserção familiar e social.

Ressaltamos que pessoas em crise de surto psicótico, quadro delirante ou alucinatórios com risco iminente para si ou para terceiros, bem como, tentativas de suicídio em que haja lesão corporal ou risco à vida; que precisem de um atendimento médico de urgência e emergência, deverão ser encaminhadas via SAMU para as Upas ou Hospital de Pronto Socorro João Paulo II.

ATENDIMENTO E ACOMPANHAMENTO AMBULATORIAL
* CAPSI – INFANTO-JUVENIL:
Público: faixa etária de 05 a 16 anos (transtornos mentais, incluindo
abuso com drogas)
Endereço: Rua Matrinchã – Lagoa (rua lateral ao SESI)
Gerente: Lana Astrê – 99231-5635


* CAPS TRÊS MARIAS:
Público: adulto (transtornos mentais em geral)
Endereço: Rua Equador com Vieira Caula (próximo à drogaria La
Paz)
Gerente: Cícera Brito – 98462-2190


* CAPSAD:
Público: 17 anos em diante, usuários de álcool e outras drogas
Endereço: Av. Guaporé com Vieira Caúla
Gerente: Marcelo Tenório – 99207-0365

logotipo da prefeitura de porto velho