imagem do corona vírus
Se apresentar sintomas leves de gripe como: tosse, coriza, dor de cabeça, ligue: 0800 647 5225

QUALIFICAÇÃOServidores municipais participam da 3ª Oficina de Educação Permanente em Saúde

27/Out/2022 - 13:35

Meta é fomentar a política de educação permanente na rede municipal

Participaram enfermeiros, agentes comunitários de saúde, odontólogos e médicosProfissionais que integram os Núcleos de Educação Permanente em Saúde (NEPS) nas unidades de saúde do município de Porto Velho participaram na quarta-feira (26) da 3ª Oficina de Educação Permanente em Saúde, que aconteceu no auditório do Centro Universitário São Lucas.

“Essa oficina tem como objetivo qualificar os nossos Núcleos de Educação descentralizados dentro das unidades de saúde, quer sejam elas da atenção primária, média ou da alta complexidade. A meta é fomentar a política de educação permanente nas unidades”, explicou a enfermeira Angelita Mendes, gestora da Divisão de Educação Permanente da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Os NEPS são compostos por enfermeiros, agentes comunitários de saúde, odontólogos e médicos, entre outros profissionais da área. Eles são responsáveis por promover a educação permanente em saúde dentro do próprio local de trabalho, com foco na melhoria do atendimento à população.

O professor Clesson disse que a Unir proporciona suporte junto à SemusaIMPORTÂNCIA

Angelita explica ainda que essa política é de vital importância, pois a qualificação do servidor municipal é apenas uma das estratégias para melhorar cada vez mais a qualidade dos serviços prestados aos munícipes. “Outra estratégia é fomentar a educação permanente dentro das unidades de saúde, quer seja para os usuários ou para os próprios profissionais”, completou.

A gestora também disse que a qualificação do servidor gera um impacto positivo na assistência de qualidade à população, na medida em que pode minimizar a possibilidade de erros e, consequentemente, proporcionar melhor acolhimento e assistência adequada.

Angelita Mendes diz que a meta é fomentar política de educação permanente“Estamos nesse processo de qualificação desde 2019, paramos em 2020 por conta da covid e retornamos em 2021. De lá pra cá, já implantamos 52 NEPS, sendo que hoje, estamos qualificando mais 30”, finalizou.

PARCEIRO

Professor de magistério superior da Universidade Federal de Rondônia (Unir), parceira nessa qualificação, Clesson Oliveira disse que a instituição proporciona um suporte junto à Semusa para que “os profissionais possam disseminar esse conhecimento, e também para que a educação em saúde aconteça em cada local de trabalho”.

De acordo com a psicóloga Francléia de Nazaré, “discutir educação em saúde é extremamente necessário para que possamos entender de que forma vamos atingir os usuários do nosso sistema, dos cidadãos que fazem uso das políticas públicas de saúde, e para que a gente possa sempre refletir nossa prática e buscarmos ser eficazes na qualidade do nosso atendimento”, pontuou.

Texto: Augusto Soares
Foto: Gleidson Mendes

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)


logotipo da prefeitura de porto velho logotipo da prefeitura de porto velho