www.googletagmanager.com SEMUSA - Secretaria Municipal de Saúde Ir para conteúdo

CARNAVAL
Durante festividade, Prefeitura intensifica oferta gratuita de métodos de prevenção ao HIV e outras infecções

30/Jan/2024 - 09:38

Camisinhas e medicamentos de prevenção às IST’s, como PrEP e PEP, são oferecidos na rede municipal de saúde

Médica Maiara Cristina destaca que a medicina avançou no combate às ISTsUma das épocas mais aguardadas por muita gente já chegou. O Carnaval 2024 foi aberto em Porto Velho com muita alegria e diversão, mas essa euforia tem que ser acompanhada de responsabilidade, principalmente quando o assunto é saúde. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) orienta os foliões a utilizarem os métodos de prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

Em Porto Velho, a rede pública municipal oferta diversas metodologias a fim de garantir a prevenção às ISTs.

Segundo a médica infectologista da Semusa, Maiara Cristina, a campanha realizada massivamente no carnaval é fundamental e necessária para a saúde de toda a população.

“Muita gente ainda desconhece que a medicina avançou e muito no combate as ISTs, então nessa época em que as pessoas ficam mais vulneráveis a essas infecções, a Semusa está aqui para alertá-las de que, em caso de acidente ou sexo desprotegido, o SUS oferece, gratuitamente, os métodos de prevenção”, destaca a médica.

PrEP

Um desses métodos é a Profilaxia Pré-Exposição (PrEP), que é um medicamento de prevenção ao HIV. Nesse caso, o paciente toma dois comprimidos diários e de forma contínua, antes da relação sexual, que permite ao organismo estar preparado para enfrentar um possível contato com o HIV, a chamada exposição. Isso pode acontecer com o rompimento de preservativo, sexo oral sem proteção, acidentes de trabalho com objetos cortantes, entre outros.

Preservativos masculino e feminino são métodos de prevenção às ISTsEssa proposta é indicada para pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade para o HIV, como profissionais do sexo, travestis, pessoa que tem parceiro/a que vive com HIV, entre outros. O método está disponível no Serviço de Assistência Especializada (SAE), que funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

PEP

A rede pública de saúde do município também oferece a Profilaxia Pós-Exposição (PEP), que é uma medida de prevenção de urgência à infecção pelo HIV. Esse método deve ser utilizado em até 72 horas após qualquer situação em que exista risco de contágio dos vírus, como violência sexual, rompimento de preservativo durante o ato, sexo sem proteção, entre outros.

A proposta consiste no uso de dois comprimidos antirretrovirais que devem ser tomados durante 28 dias, sem interrupção, sob orientação médica após avaliação do risco. Esse método está disponível nas seguintes unidade:

• UPAs Sul, Leste e Jaci-Paraná - 24 horas
• Pronto Atendimentos Ana Adelaide e José Adelino - 24 horas
• Serviço de Atendimento Especializado (SAE) - De segunda a sexta das 7h às 19h
• Centro de Especialidades Médica (CEM) - Segunda a sexta, das 7h às 19h
• USFs Pedacinho de Chão, Castanheiras, Hamilton Gondim - Segunda a sexta, das 7h às 19h
• Policlínica Rafael Vaz e Silva - Segunda a sexta, das 7h às 19h
• Maternidade Municipal Mãe Esperança

Em Porto Velho, todas as unidades de saúde oferecem o preservativo gratuitamentePreservativos

Além do uso de medicamentos, os preservativos masculino e feminino são outros métodos de prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis. Segundo o Ministério da Saúde, a camisinha é a metodologia com a maior taxa de eficácia para garantir essa proteção.

Em Porto Velho, todos os estabelecimentos como unidades básicas, UPAs, sede da Semusa, Maternidade, CEM, entre outros, oferecem o preservativo gratuitamente. Na hora de pegar esses materiais, não é necessário preencher cadastro ou enfrentar fila, também não há limitação de quantidade a ser distribuída.

Prevenção combinada

Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde oferece, também, a prevenção combinada, que são diferentes ações de prevenção às ISTs. Aliado ao preservativo, outros métodos podem garantir muita eficácia, como:

• Testagem regular para o HIV, outras IST e hepatites virais;
• Tratamento das IST, do HIV/Aids e das hepatites virais;
• Vacinação para as hepatites A e B, e HPV;
• Profilaxia pré-exposição (PrEP); e
• Profilaxia pós-exposição (PEP).

Ainda de acordo com o Ministério de Saúde, essas ações podem estar combinadas de acordo com as características individuais e o momento de vida de cada pessoa.

Texto: João Muniz
Foto: Wesley Pontes

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Compartilhe nas redes:
Twitter Whatsapp

Utilizamos cookies em acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
2024 © Prefeitura de Porto Velho - RO - SMTI